'Da Proibição Nasce o Tráfico'

14 de maio, 2015 Ceballos93 campanha Cartuns CESeC Permalink

 

    • arnaldo-cesec

    • leonardo-cesec

    • dahmer-cesec

    • laerte-cesec

  • angeli-cesec

Para estimular o debate público, o CESeC (Centro de Estudos de Segurança e Cidadania), colocou no ar a campanha “Da Proibição Nasce o Tráfico”, que usa estratégias de comunicação criativas para mostrar como o modelo de “guerra às drogas” falhou ao tentar diminuir o consumo de drogas e especialmente, garantir a segurança da sociedade. Angeli, Laerte, André Dahmer, Arnaldo Branco e Lenonardo foram os cartunistas convidados a criar peças para engajar as pessoas e provocar uma reflexão de forma criativa e provocadora. Angeli desenhou “A guerra mata mais do que as drogas”, Laerte, “Quem ganha com tudo isso?”, Dahmer, “A guerra às drogas não funcionou”, Branco, “Drogas: reprimir mata mais que usar”, e Leonardo, “Drogas: quem manda na sua opinião”.

A campanha vai na contramão da política conservadora de combate às drogas que prevalece no país. Segundo o projeto, ao colocar na ilegalidade um mercado lucrativo que gera bilhões de dólares ao ano, o Estado está abrindo mão de regular esse comércio, entregando-o nas mãos de criminosos. Estes, longe dos processos da Justiça, usam a violência como forma de resolver conflitos, sitiando populações e causando sofrimento às pessoas que vivem sob o poder do tráfico.

Uma reflexão sobre um modelo alternativo ao lidar com a questão das drogas já está sendo colocada em prática em outras partes do mundo, com casos muito bem sucedidos. Na América Latina, o Uruguai e Chile já autorizaram o uso medicinal da maconha; nos Estados Unidos, 23 estados e Washington D.C. também permitiram o mesmo caminho; em Portugal, o número de pessoas que procuraram por tratamento aumentou após a descriminalização.