Convite: Audiência Pública sobre Comunidades Terapêuticas

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana do Estado de São Paulo – CONDEPE convida a todos para participarem dos Blocos 3 e 4 da Audiência Pública sobre Comunidades Terapêuticas. O CONDEPE irá realizar e presidir o Bloco 3 no dia 19 de fevereiro, o qual solicitou uma fala do psicólogo e agente da DPESP acerca da judicialização do usuário de álcool e drogas. 

Já no dia 26 de fevereiro, ainda sem um local definido, o CONDEPE convida para participar e contribuir com as preposições do Conselho ao estado de São Paulo no Bloco 4 e os encaminhamentos.

O objetivo desta Audiência é fazer proposições às Políticas de Álcool e Outras Drogas frente ao Relatório Preliminar de Fiscalizações de Violações de Direitos Humanos nas Comunidades Terapêuticas do CONDEPE. Confira abaixo a programação:

Bloco 3

Data: 19 de fevereiro de 2016 às 13h30

Local: Auditório do CRP-SP, na rua Arruda Alvim, 89 – Jardim Paulista – São Paulo/SP

Encarceramento, Genocídio e Falência da dita “Política de Guerra às Drogas”;

13h30 – 14h: Composição da Mesa e Abertura do CONDEPE.
14h – 14h30: Encarceramento, Genocídio e Falência da dita “Política de Guerra às Drogas” (Fábio Malarte – Pastoral Carcerária e Aristeu Bertelli – Psicólogo, agente da DPESP).

14h30 – 15h30: Mesa debatedora: apresentação dos modelos (Juiz Samuel Karasin – Magistratura; Dr. Arthur Pinto Filho – Ministério Público; Núcleo de NCDH – DPESP e Representação de órgãos de Segurança Pública).

15h30 – 17h: Blocos de participação pública.
17h – 18h: Encaminhamentos e encerramento.

 

Bloco 4

Data: 26 de fevereiro de 2016 às 13h30

Local: A confirmar

Os perigos da reprodução dos discursos religiosos como parte do modelo de cuidado associado às práticas de laborterapia no tratamento de usuários abusivos de álcool e outras drogas.

13h30 – 14h: Composição da Mesa e Abertura do CONDEPE
14h – 14h30: Os perigos da reprodução dos discursos religiosos como parte do modelo de cuidado associado às práticas de laborterapia no tratamento de usuários abusivos de álcool e outras drogas (Rosemeire Silva – CONAD).
14h30 – 15h10: Mesa debatedora (Representação -FEBRACT/laborterapia e laicidade; 
Luiz Berne -CRP-SP/Discussão sobre Estado Laico e Lourdes – CREFITO/Discussão sobre Laborterapia e Precarização da mão-de-obra).

15h10 – 15h30: Relato de experiência de ex-interno (MNDH).
15h30 – 17h: Blocos de participação pública
17h – 19h: Encaminhamentos, Recomendações e Encerramento