Funcionária da prefeitura de Denver, no Colorado, rebate argumentos de Movimento Brasil sem Drogas

30 de outubro, 2017 Plataforma PBPD Permalink
Na semana passada, a Comissão de Direitos Humanos do Senado realizou uma audiência pública sobre a SUG 25/2017, que propõe a regulamentação do cultivo de maconha para uso próprio.
Em resposta à apresentação da representante do Movimento Brasil Sem Drogas na audiência, a brasileira Ana Beatriz Campbel, que gere o Programa de Políticas Públicas de Cannabis, ligado ao Departamento de Impostos e Licenças (Denver, Colorado – EUA), rebateu os argumentos utilizados pela jornalista Andreia Salles de Souza.
 
ACESSE O TEXTO: